Bad Trip express: IronFall Invasion (eShop Nintendo 3DS)

Bad Trip express: IronFall Invasion (eShop Nintendo 3DS)

Saudações aos leitores.

Vou aproveitar esse post como ilustração para o que farei aqui no blog daqui em diante, ou seja, textos curtos, suscintos. Isso porque devido ao trabalho e a estudos e outros projetos, acabo passando longos períodos sem atualizar aqui, e assim o blog acaba esvaziando. Além disso, no caso específico do tema desse post, o jogo mencionado também não merece muito espaço mesmo. Dito isso, volto ao jogo.

Estava eu à toa na eShop vendo os lançamentos, quando passei pelo banner desse IronFall, lembrei de tê-lo visto com certo destaque em algum dos Nintendo Directs recentes. Supostamente seria uma amostra tanto do poderio técnico do 3Ds quanto do “talento” das produtoras independentes que lançam jogos para o eShop, no caso aqui uma tal de VD-Dev. Primeiramente, acho curioso como a Nintendo of America há anos persegue o público dos FPS, ao mesmo tempo tentando achar um jogo para chamar de seu, que diferencie da concorrência. Primeiro foi “Geist”, que ninguém lembra. Depois a tranqueira “Red Steel”, e claro, o infame “The Conduit”, aquele que seria “o” shooter hardcore do Wii. Nesse sentido, IronFall Invasion é seu sucessor direto.

Minha cara após 20 minutos de IronFall.

O jogo é tão ruim que parece uma paródia de “Gears of War”, protagonizada por um mariner com cara de palerma, NPCs genéricos e inimigos que mais parecem placeholders de kit de desenvolvimento, tudo embalado por uma dublagem que é ó…uma melda. Por outro lado, a não ser que você tenha um New 3DS ou o constrangedor Circle Pad Pro, passará mais tempo lutando com os controles do que contra os alienígenas – cuja inteligência artificial é equivalente a de uma parede, vale dizer. Além de tudo isso, a fase disponível era apenas um grande corredor sem nada de especial.

No fim das contas, baixar a versão gratuíta de IronFall Invasion foi uma enorma perda, não de só de tempo, mas de espaço e de energia elétrica também. O 3Ds agora também faz parte dos consoles Nintendo com um shooter ruim pseudo-hardcore. Parábens aos envolvidos.

 

Até a próxima.

AvcF – Loading Time.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *