E o trabalho continua: mais sobre Rascal Jack and the Cursed Treasure

Saudações aos leitores.

Rascal Jack, projeto o qual faço parte sob o selo F2 Game Studio, continua firme e forte. Até por isso não tenho conseguido postar textos com mais frequência. Portanto, resolvi aproveitar essa ausência para falar mais um pouco sobre o meu trabalho. Espero que gostem. Tudo após o click.

Em março eu escrevi um post contando os primórdios da produção de Rascal Jack, em que falei da idéia inicial, os primeiros concepts, criação do personagem e designs do jogo. Aqui vou mostrar mais um tanto sobre as fases e progressão do projeto. Então vamos lá.

Game design & play

Rascal Jack é um jogo de ação cujo foco do jogador será de caça ao tesouro, sendo Jack seu avatar para tal. Como a ação central será cavar tesouros e não combater inimigos diretamente, então a ângulo visão conhecido como top down (o mesmo de jogos como Goof Troop, Bomberman ou Zelda: Link’s Awakening), pois com esse ângulo é possivel não só movimentar avatar e inimigos tanto na horizontal quanto na vertical (eixos x e y), como também assim o jogador tem uma área maior para explorar e cavar tesouros, graças também a pseudo-profundidade desse tipo de ângulo. A tela-teste abaixo ilustra o que estou falando:

Como vocês podem ver, o jogador terá uma boa área não apenas a explorar durante as fases, como também para inserir uma boa quantidade de obstáculos que progressivamente dificultarão a vida do jogador. E por falar nisso, se a primeira fase – que se passa em um cemitério – é naturalmente o nível mais simples e fácil, do segundo em diante as coisas ficam mais complicadas. A segunda fase, por exemplo, se passa em uma caverna, o que fará com que o jogador passe por pontos escuros.

Cavar tesouros, mas que tesouros?

Mas afinal, que tesouros são esses pelos quais o jogador se arriscará em sua aventura? Será que valem tanto assim? Bem, eu diria que sim:

Afinal, em que outros games pode-se cavar baús com rubis, diamantes, esmeraldas, moedas e barras de ouro (que valem mais do que dinheiro, segundo o eterno Silvio Santos)? Além disso, tal qual ocorre em vários outros games, tesouros dão pontos, e acúmulo de pontos gera vidas extras para o jogador. Haverá também no final de cada fase um “cursed treasure” (daí o subtítulo do logo) guardado em um baú dourado todo especial. Mas para conseguir conquistar tal tesouro, o jogador deverá enfrentar um temível chefe de fase. Como por exemplo a Estátua Amaldiçoada, chefe da primeira fase:

Vocês verão futuramente que será necessário um método incomum para derrotar esse chefe de fase.

Por enquanto é só pessoal

Rascal Jack continua em pleno desenvolvimento, e espero em breve publicar mais detalhes sobre o jogo. Também publicarei um video gameplay assim que for possível. Ah sim, não se preocupem que o blog aqui não será abandonado (nem está também), mais posts virão.

Até breve, amigos.

AvcF – Loading Time.
Vocês ainda verão que precisar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *