E3 2014: Microsoft se recupera do vexame do ano passado com apresentação morna

"

Saudações aos leitores.

Pois é pessoal, mesmo com trabalhos e outras tarefas a ocupar nosso tempo, E3 é E3. Assim, sempre dou um jeito de dar uma escapada e assistir nem que seja uma parte das apresentações das principais empresas. Bem, sendo breve e sem perder tempo, assisti quase toda a apresentação da Microsoft, e tal qual ano passado, foi no geral uma apresentação razoável, sem vexames, bizarrices, etc. Se por um lado foi correta, sem enrolações, por outro foi morna e absolutamente previsível. Afinal, 97% do que foi mostrado ou já tinha sido exibido/vazado/divulgado antes, ou era mesmo o que todo mundo (sobretudo os fãs do XBone) já estava careca de saber que ia estar lá. Ou alguém realmente achava que Halo não iria aparecer a essa altura do campeonato, justamente porque o Xbone não tem o desempenho comercial dos sonhos da Microsoft.

Por outro lado, acho difícil a Microsoft conseguir disfarçar a fraqueza de seu console quanto a jogos exclusivos, especialmente quando boa parte do tempo de apresentação foi consumido com jogos como Call of Duty e Assassins Creed, que não apenas saem para outras plataformas como ainda por cima são anuais. Outro sintioma disso foi a necessidade de anunciar uma pista para o Forza que já está disponível para o Xbone. Agora imaginem a Nintendo anunciando uma fase nova para Super Mario 3D World ou a Ubisoft gastando conferência para anunciar um pacote de fases para o Rayman Legends. Pois é. Fora que agora parece que alguém lá acha legal anúncio de DLCs exclusivos – a reação apática do público presente em alguns desses momentos mostrou que não foi o caso. De resto o que teve foi um misto de tosqueiras rardecores do naipe daquele Sunset Overdrive (parecia uma mistura bizarra de Tony Hawk com armas mais um protagonista babaca e forçado) com jogos inexpressivos (Phantom Dust, Project Spark).

E pela graça e compaixão dos deuses, nenhum segundo gasto ou mesmo menção à palavra “Kinect”. Quem diria que a Microsoft teve que esquecer tudo o que disse ano passado para poder fazer uma apresentação decente dessa vez. Quem diria, hein? Menos mal que porcarias desse tipo não apareceram (pena apenas pela falta de gifs).

Derpois falarei sobre a apresentação da Sony, a qual tenho melhores expectativas. Até lá.

AvcF – Loading Time.

One thought on “E3 2014: Microsoft se recupera do vexame do ano passado com apresentação morna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *