Pokemon Shuffle: um exemplo de bom F2P

Saudações aos leitores.

Para terminar a semana com alguma coisa melhor que a tosqueira do post anterior, resolvi experimentar Pokemon Shuffle, uma boa surpresa também presente na eShop. A primeira coisa a saber é que Shuffle é um jogo gratuíto que segue a estrutura típica dos “F2P”, tal qual um Clash of Clans ou Candy Crush. Ou seja, você tem um número finito de jogadas que são recarregadas após “x” minutos,  além de uma indefectível lojinha de items caríssimos que podem ser comprados com as moedas que você ganha a cada jogada. Como sabemos que não existe almoço grátis, esses jogos costumam ser ajustados de forma a empurrar o jogador a gastar dinheiro real, seja para comprar items que turbinem o desempenho, seja para encurtar o tempo de espera para as próximas partidas. Alguns jogos são tão descarados que hoje são conhecidos como “pay to win”. Felizmente esse não é o caso de Pokemon Shuffle.

Seguindo a mecânica de jogo de Puzzle & Dragons, Shuffle usa os pokemons tal qual as esferas elementais de P&D, cabendo ao jogador selecionar de três a quatro criaturas com os elementos mais efetivos contra o pokemon a ser enfrentado.  O desafio do jogador então será tentar derrotar cada criatura com a menor quantidade de jogadas possível, pois quanto mais jogadas sobrarem, maior será a chance de capturar a criatura derrotada.  Para que o jogo não ficasse repetitivo e simplório, a Genius Sonority adicionou algumas variações nessa fórmula, como partidas com poucas jogadas, tempo fixo e pokemons que podem acionar a mega-transformação (recurso introduzido em Pokemon X e Y) que aumenta a quantidade de armadilhas e dificuldades para o jogador.

Tudo é bem simples de entender e jogar em Shuffle, seus gráficos e sons fazem bem sua parte dentro do design “menos é mais” do jogo, mas sem parecerem “nas coxas”. Por outro lado, pokemons especiais e eventos online ajudam a rechear o pacote e dão sobrevida ao jogo.

Pokemon Shuffle é daqueles jogos que você acha que não dá nada, “só cinco minutinhos e tchau”,  e quando percebe já perdeu aquele tempo capturando lendários e tal. Um bom exemplo de free to play, enfim,

Até a próxima.

AvcF – Loading Time.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *